Sobre os investimentos na educação e suas falácias

April 2, 2018

Ouvimos inúmeros discursos formais e informais sobre o valor da educação e sua importância para uma sociedade mais justa, desenvolvida, humanizada, evoluída e civilizada. Políticos, gestores, líderes conseguem permear suas falas sobre a necessidade de fazer investimentos na educação com doses de urgência e prioridade. No entanto, os investimentos – quando acontecem – são destinados para as áreas erradas e não conseguem o impacto almejado. Desperdiçamos recursos financeiros e alimentamos um retrocesso na educação como um todo, expandindo a máxima: “o professor finge que ensina e o aluno finge que aprende” para incluir “fingimos investir na educação e a sociedade finge estar satisfeita com essa ilusão”.

 

Onde está a principal falácia, no entanto? Fundamentalmente a premissa de que o que realmente precisamos é de livros, diretrizes e recursos melhores e mais detalhados está errada pois ignora o fator primordial capaz de verdadeiramente impactar a educação: o professor. Testemunhamos o direcionamento de recursos para materiais, recursos, métodos a serem seguidos cegamente, tecnologias revolucionárias, entre outras estratégias que visam a “compensar” a falta de qualificação de profissionais, sem questionar o absurdo latente desse direcionamento. Para melhor ilustrar minha perspectiva, compartilho o que já ouvi inúmeras vezes e em diversos contextos: “precisamos criar livros e apostilas que sejam à prova de professor”. Sim. A solução para as questões da educação não parece residir em melhorar as condições de trabalho do professor, suas habilidades e conhecimentos ou seu empoderamento. A solução parece estar no ato de diminuir a sua importância comunicando a irrelevância da profissão. Infelizmente, já presenciei muitas discussões onde os investimentos em materiais ou manuais precisavam ser aumentados, não porque o objetivo era instrumentalizar melhor um profissional já capacitado e eficiente, mas sim porque não havia crença na capacidade desse profissional ou vontade real de valorizá-lo e prepará-lo.

 

Se partirmos do pressuposto de que um livro, um computador, um aplicativo, um plano de aula ou qualquer outro recurso entregue a um professor ainda dependerá do fator humano para que seja usado com eficiência, o investimento destinado à preparação desse profissional precisa ser tão grande ou até mesmo maior. Não é isso que acontece. O desenvolvimento profissional dos professores, seus treinamentos, sua liberdade de atuação crítica, sua instrumentalização para tomadas de decisão autônomas e seu crescimento holístico como educadores são tratados como luxos e caprichos por custarem demais. Faço-lhes uma pergunta: onde normalmente há o primeiro corte de custos? Na preparação de materiais e recursos novos ou na preparação do material humano que pode se empoderar de embasamento teórico, prática reflexiva e conhecimento técnico suficiente para, inclusive, atuar sem estar amarrado ou dependente de guias de aula, sistemas de ensino ou diretrizes inflexíveis? Infelizmente a resposta é que quando é preciso enxugar investimentos, a primeira coisa a sumir é o treinamento e a capacitação dos docentes.

 

Precisamos entender que assim como colocar um carro altamente moderno e cheio de recursos na mão de um motorista inábil pode gerar mortes, investir em livros, recursos e tecnologias que visam a diminuir a importância do professor, pode gerar uma sociedade incapaz de pensar criticamente. É extremamente importante manter o investimento nas pesquisas de métodos e abordagens, recursos e tecnologias mais eficientes. Porém, enquanto tratarmos os professores como elementos que precisam ser neutralizados ou como profissionais despreparados para tomarem decisões autônomas e críticas, continuaremos construindo o futuro da nossa nação sobre uma perigosa falácia. 

Please reload

Our Recent Posts

O Professor Empreendedor

November 11, 2019

A Aprendizagem de Línguas com foco no Ensino Híbrido

October 3, 2019

Nunca é tarde demais para quem é disposto

September 23, 2019

1/1
Please reload

Tags

Please reload

Contact

info@troikabr.com | +55 11 3294 8295 | Rua Delfina, 112 | Vila Madalena | São Paulo | 05443-010

atendimento via whatsapp +5511932285542

Follow

  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon

©2018 by troika.